A Pastoral Litúrgica possui por finalidade animar a vida litúrgica, tendo em vista a participação ativa, consciente e plena de todos na celebração, para dela colherem os melhores frutos espirituais. É tarefa da Pastoral organizar, com competência e criatividade, toda a ação litúrgica que acontece na comunidade, preparando pessoas, dividindo tarefas e criando um ‘clima’ que ajude os fiéis a vivenciar as realidades da celebração.

As funções da Pastoral são:

* Organizar a vida litúrgica que acontece em todos os níveis eclesiais na comunidade;

* Formar liturgicamente os membros da comunidade e aqueles que fazem parte da Pastoral (ministros e equipes de celebração);

* Preparar as celebrações, propriamente ditas.

Portanto, o tripé básico da Pastoral é:

organização – formação – preparação.

Neste sentido, ela funciona com o auxílio de uma organização própria, provida de um plano de trabalho e de um cronograma de atividades.

As Equipes de Celebração representam o ‘coração’ e a ‘ponta de lança’ do trabalho da Pastoral Litúrgica. Elas devem assumir, juntamente com o Padre, tudo que diz respeito à vida litúrgica da Paróquia, sua organização, formação, planejamento e animação. Para isto, têm a finalidade de preparar e executar as funções especiais que conduzam ao bom andamento da ação litúrgica, como o acolhimento, as leituras, os cantos, as preces dos fiéis, o serviço do altar, etc. Neste aspecto, devem existir pessoas disponíveis que assumam diversas responsabilidades, além do celebrante e dos acólitos, como músicos, leitores, salmistas, comentaristas, decoradores do ambiente, etc. Isto vale não somente para as missas, como também para outras celebrações (batismos, casamentos, celebrações da Palavra, etc.).

Concluindo, a ação litúrgica é dinâmica, pois põe em jogo a palavra e o gesto, a contemplação e o movimento, a oração presidencial e o canto comunitário, as atitudes e os símbolos, os tempos e os lugares, as vestes e os objetos. Assim, ela deve empregar diversos recursos para criar um clima de comunicação entre os componentes da assembléia e, também, entre esses e o mistério celebrado. Para alcançar esse objetivo, a Pastoral Litúrgica depende, em grande parte, de Equipes de Celebração bem formados, disponíveis e dedicados às funções que lhes são próprias.

A Pastoral Litúrgica da Paróquia São João Batista é formada por uma Comissão Central, composta pelos coordenadores das Equipes de Celebração, a qual se reúne mensalmente. Ainda, bimestralmente, reúnem-se todos os colaboradores das Equipes de Celebração que compõem a referida Pastoral.